Posts Tagged ‘listas’

h1

Bottom 5 Séries de 2008

dezembro 24, 2008

Continuando as listas, vou fazer agora a de Piores Séries do ano! Esse post vai ser bem menor, porque ninguém aguenta essas séries mesmo, então why bother, né?

#5 The Big Bang Theory
Olha, eu sei que essa é uma das séries mais vistas do Brasil e tal, e que o Sheldon é O cara, mas não dá. Não suporto aquele troço, acho forçado demais… Imaginem quatro Franklins (aquele moleque chatíssimo de My Wife and Kids) versão adulta interagindo durante meia hora… GAAAHHHH! Não dá.

#4 Kath & Kim
Bom, na verdade, dessa série eu só vi um episódio, mas era tão chato que nem me arrisquei a ver mais. Ela é um remake de uma comédia australiana, em que estrelam a mãe e filha do título e seus problemas de relacionamento. Bom, dessa basta dizer que um jornal americano chamou o piloto de “candidato ao pior remake de séries já feito”.

#3 Heroes
Sim, já vi Heroes. Pronto, depois que já confessei o mico, posso pelo menos dizer, em minha defesa, que foi durante metade da primeira temporada, e só. Mas continuei acompanhando as notícias e, gente, o que é isso? A série bate recorde de piores personagens do mundo, parece até a novela A Favorita (aliás, só o Mohinder já pega umas quatro posições do ranking), de piores diálogos, de piores tramas. Tudo! Vou até deixar aqui um post quea Claudia Croitor fez no Legendado: http://colunas.tv.globo.com/legendado/2008/12/22/heroes-13-no-messenger/

#2 90210
OK, a primeira série era legal. Beverly Hills 90210 (ou Barrados no Baile, bizarramente traduzida pela Globo) não era assim um primor de seriado, mas divertia (fora que é uma comédia ver as roupas e os penteados do início dos anos 90, né?). A nova, por outro lado, é MUITO fraca. Os personagens são muito sem-sal, a família principal parece saída diretamente de um comercial de margarina, os pais continuam a parecer ter cinco anos a mais que os filhos, mudaram o Peach Pit pra parecer mais com essas coisas modernas e pasteurizadas…

#1 Knight Rider
Essa eu resisti mais um pouco e vi três episódios, mas também já desisti. Primeiro porque os atores são bem fraquinhos, daqueles que são bem bonitinhos e tal, mas têm a profundidade dramática de um pires. Tipo Malhação. Mas o pior mesmo foi que fizeram o K.I.T.T virar um Transformer! Sem brincadeira, ele já virou um 4×4, uma picape, tem um modo de ataque… é só criar um programa, fazer o upload e pronto! E ele ainda faz tudo isso com o motorista dentro! Não é de se estranhar que esteja perigando ser cancelada…

Cuidado! Não olhe diretamente para a imagem acima! Séries potencialmente danosas a seu cérebro!

Anúncios
h1

Top 5 de bandas que descobri esse ano

dezembro 23, 2008

Daqui a pouco começaremos a ouvir a Simone cantando “Então é Natal” e propagandas do programa do Roberto Carlos na televisão. Isso só pode significar que é fim de ano, e nada combina mais com fim de ano que… Listas!

Então resolvi fazer o Top 5 de bandas que descobri em 2008. Não interessa se ela é nova ou velha, se tem um CD lançado ou 543, o que importa é que eu tenha começado a ouvi-la esse ano. Vamos lá:

#5 The Hold Steady
Nunca tinha nem ouvido falar da banda até o início desse ano, mas descobri que já são velhos de estrada e têm 4 CDs lançados, apesar de eu só conhecer o último, Stay Positive, que chegou a ser o #1 na UK Indie Chart. São frequentemente comparados a Bruce Springsteen, e isso só pode significar uma coisa: o bom e velho rock’n’roll. OLEDS picks: Joke About Jamaica, Yeah Sapphire

#4 Spoon
Essa é uma banda favorita de muita gente, mas nunca tinha parado pra escutar (na verdade, a única música que tinha escutado foi uma que apareceu em The O.C. (o seriado era uma titica, mas a trilha era excelente, e ainda nos deu uma das melhores esquetes do SNL, Dear Sister). A banda lançou seu último CD Ga Ga Ga Ga Ga (cacho que acertei no número de Gas, sei não) e nem dei muita bola, achei que com um nome desses o álbum ia ser uma droga, hehehe. Mas há poucos meses resolvi dar uma chance e vi que era uma besteira muito grande de minha parte e que eles realmente valem a pena ser escutados. OLEDS picks: Don’t Make Me a Target, You Got Yr. Cherry Bomb.

#3 The Most Serene Republic
Essa é uma banda difícil de caracterizar. Talvez o som mais próximo deles seja o da banda Broken Social Scene (que infelizmente também não é bem conhecida), mas vou tentar mesmo assim: pense em muitas vozes e muitos instrumentos misturados, revolvidos e jogados de volta, além de letra e música bastante intrincadas – sério, eu nunca entendi nenhuma letra deles. Mas tudo isso de maneira interessante, e curiosa. OLEDS picks de seu segundo CD, Population: Present of Future End, The Men Who Live Upstairs.

#2 Los Campesinos!
Seguindo a tradição de bandas com “!” no nome, Los Campesinos! foi uma das mais gratas descobertas que tive esse ano (eles já têm dois álbuns – Hold On Now, Youngster… e We Are Beautiful, We Are Doomed, ambos lançados esse ano. Prolixos, né?). Na verdade, é um gosto adquirido. A primeira vez que você escuta a voz levemente desafinada de Gareth Campesinos! (é, os membros usam a banda como sobrenome, uma coisa meio Tianastácia de ser), você pensa “Que coisa é essa?”, mas como o instrumental é muito bom, você acaba se acostumando e até gostando do vocal. Fora que suas músicas têm ótimos nomes, como This Is How You Spell “HAHAHA, We Destroyed the Hopes and Dreams of a Generation of Faux-Romantics”. Fala que não é ótimo? OLEDS picks: 2007: The Year Punk Broke (My Heart) e You! Me! Dancing

#1 The New Pornographers
Descoberta recentíssima graças às recomendações do last.fm, Os Novos Pornógrafos são a minha banda favorita do ano. Definitivamente. Eu simplesmente não consigo parar de ouvi-los.  O supergrupo (aparentemente todos os integrantes já eram relativamente famosos no Canadá, de onde vem a banda) possui uma música bacana, e dois vocalistas muito bons (especialmente a mulher, Neko Case). Ouvi dois CDs excelentes (Twin Cinema e Challengers), e não sei porque eles não são mais conhecidos aqui… OLEDS picks: Challengers, My Rights Versus Yours e The Bleeding Heart Show.

Runners-up: MGMT, Interpol, +/-, The Boy Least Likely To, Margot & The Nuclear So & So’s