h1

2012. O filme-catástrofe definitivo

novembro 16, 2009

…afinal, o que sobra depois de destruir o mundo?

2012

2012, o mais novo filme de destruição em massa do Roland Emmerich (Independence Day, Godzilla, O Dia Depois de Amanhã), leva ao extremo o conceito. Depois de destruir monumentos mundiais, Nova Iorque e o hemisfério norte, sobrou “apenas” acabar com o mundo. E pra isso ele busca inspirações nos mais variados filmes, como Volcano, Poseidon e Independence Day.

Tudo começa em 2009, quando descobrem que neutrinos expelidos pelo vento solar mutaram (o_O) e estão reagindo com o núcleo terrestre, o que vai destruir o mundo. Na verdade mesmo a explicação é o que menos importa nesse tipo de filme, já que todos estamos ali para ver o caos!

E que caos! California? Adeus. Vaticano? Vai com deus. Rio de Janeiro? Acho que a essa altura todos já viram o Cristo ruindo (aliás, com uma narração bem bizarra da Globo News, hehe). Mas nada disso tem problema, já que o que importa mesmo é a salvação da família principal, claro. Então dá-lhe carros desviando de prédios e bolas de lava e aviões escapando de poeira vulcânica e mais prédios.

O pior de tudo é que é empolgante! Bem, a história é fraca, e o roteiro tem buracos enormes, mas estranhamente você não se sente enganado ao sair da sessão, hehehe. Resumindo com uma frase do twitter:

2012. É tão ruim quanto parece, mas é bem divertido!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: