h1

Mini-maratona de filmes

janeiro 19, 2009

Esse fim de semana eu fiz uma pequena maratona de filmes que tenho em DVD mas nunca tinha visto, e todos foram uma ótima surpresa:

Into the Wild1. Na Natureza Selvagem

Chris McCandless é um garoto inteligente, rico e bem-apessoado, mas que depois de terminar a faculdade decide jogar tudo pro ar e peregrinar pelos EUA, a fim de chegar finalmente ao Alasca. O filme mostra essa jornada, alternando passado e presente para explicar o porquê de Chris (ou Alex Supertramp, como ele passa a se chamar) decidir abandonar sua vida, além de mostrar seus encontros com vários personagens interessantes, como hippies, um fazedeiro e um casal de suecos maluquetes.  O filme é excelente, as paisagens são fantásticas e a música, criada por Eddie Vedder (Pearl Jam) tem tudo a ver com as imagens. Mas na verdade  eu acho o cara louquinho de pedra…

Nota:

9/10

9/10

2. CloverfieldCloverfield

Mais um filme de mostro destruindo a boa e velha New York… sim, mas esse é diferente. O filme é todo rodado a partir da câmera digital de uma pessoa comum, que estava documentado a partidade seu melhor amigo para o Japão. Durante a festa, houvem um barulho e, ao sair pra rua, vêem a cabeça da Estátua da Liberdade praticamente na porta de casa! Não demora muito pra perceberem que tem um monstro à la Godzilla solto na cidade. A partir daí, eles têm que correr para tentar fugir da cidade o quanto antes, não sem antes salvar a namorada do amigo.

Eu passei relativamente incólume pelo hype criado em torno desse filme antes do seu lançamento, mas taí um filme que eu queria ter visto no cinema. Eu sou um cara que tem a tendência de entrar mesmo no filme, como se aquilo tivesse acontecendo comigo (o que talvez explique o fato de eu gostar de tantos filmes. Até mesmo de alguns do Adam Sandler, olha só! Teve o Como Se Fosse a Primeira Vez e o… é, bem, só esse…) e o fato da câmera estar sempre com os personagens e você não saber o que está acontecendo é angustiante. Claro que tem falhas: os bichinhos que o mostro solta, apesar de importantes na narrativa, me pareceu meio forçação de barra, e o monstrengo é muito feio, não dá nem pra ter empatia com ele (como temos com o Godzilla, por exemplo). Parece que ele sabia que tinha que ter dois braços, duas pernas e uma cabeça, mas não tinha manual de instrução pra saber a ordem correta de montagem…

Nota:

9/10

9/10

Fargo3. Fargo

O filme conta a história de um homem que pede pra sequestrarem a própria mulher, para ganhar um dinheiro do sogro, que é rico. O problema é que os sequestradores deixam para trás um rasto de assassinatos, que serão investigados pela xerife da pequena cidade de Brainerd. O filme então começa a mostrar desdobramentos completamente imprevisíveis, o que aliado a uma fotografia magnífica (o filme se passa no inverno da região, e a brancura é de cegar) e a interpretações ótimas (Frances MacDormand ganhou o Oscar pelo papel da xerife) faz desse um filme imperdível!

Um fato interessante do filme é que apenas a cena inicial se passa em Fargo. O resto se alterna entre Minneapolis e Brainerd (sim, essa cidade existe, eu olhei no mapa).

Nota:

10/10

10/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: