h1

The Killers – Day & Age

dezembro 4, 2008

Day & AgeHoje percebi que já tinha um tempão que não falava de música. Então resolvi falar sobre o quarto disco (alguém ainda usa essa palavra?) dos Killers, Day & Age.

De cara já percebemos que é bem diferente do anterior, Sam’s Town, apesar de Brandon Flowers jurar que é uma continuação dele. Enquanto este era bem épico, aquele traz de volta um pouco do primeiro álbum, Hot Fuss (que ainda é o melhor deles).

O CD começa muito bem, com Losing Touch, Human e Spaceman (que parece ter saído direto de Sam’s Town). Joy Ride começa meio estranha, numa vibe meio Lionel Ritchie, mas depois fica (um pouco) mais interessante. I Can’t Stay também é meio estranhinha, um ritmo caribenho com um solo de saxofone no meio… As outras músicas ficam com um meio termo, subindo ou descendo de qualidade conforme o abor do vento, mas o destaque final fica com uma bonus track, Foreget About What I Said, que fecha bem o álbum, da mesma forma que começou.

Apesar de não ser o melhor álbum da carreira da banda, Day & Age cumpriu bem seu papel, na minha opinião.

Nota:

7/10

7/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: