h1

Life on Mars US

outubro 14, 2008

Life on Mars US

Americanos têm a mania de refazer coisas que já deram certo. Na maioria das vezes, isso dá bem errado, como nos milhões de remakes de filmes orientais. Outras dá bem certo, como a versão de The Office (mesmo com uma fraquíssima primeira temporada – cópia da milhões de vezes superior versão britânica), mas puxa, eles falam a mesma língua! Será que seria tão pior só televisionar a original?

A mais nova vítima foi a excelente!!!!! (5 pontos de exclamação! – ™Santaum) Life on Mars. Ela conta a história de Sam Tyler, detetive que, ao tentar solucionar o caso do seqüestro de sua namorada por um assassino, é atropelado (ao som de Life on Mars, do Bowie – daí o nome da série) e vai parar em 1973. Lá, ele tem que entender sua situação – se está em coma em 2006, se realmente voltou no tempo ou se está simplesmente louco – enquanto trabalha como detetive no mesmo distrito onde trabalhava antes do acidente.

A versão do lado de cá do Atlântico é praticamente uma cópia da britânica. Mas infelizmente a série não tem metade do carisma da original. O time formado por Sam Tyler como o detetive bonzinho e cheio de técnicas modernas e Gene Hunt como o chefe policial old school era uma das melhores coisas da série. Na nova, só consegui pensar: “Puxa, esse Gene esqueceu a bengala em casa, né?”. Não que o seriado seja ruim. O que estou dizendo é que, bem, não precisava.

Fora que alguns detalhes me deixaram chateado: assim como na versão original, Sam acorda e sai correndo, sem entender o que se passa. Na original, ele chega no distrito e vê tudo mudado, achando, de início, que era tudo uma brincadeira dos colegas. Na nova, Tyler vê o World Trade Center e continua achando que é uma brincadeira. Como assim? O cara vê as malditas Duas Torres de pé e ainda acha que está em 2008!!! E que bar é aquele? O atendente é de Poughkeepsie?!? Cadê o Jamaicano? Tá, eu sei que esse último é reclamação típica de fanboy, mas é que Life on Mars UK é tão bom que a gente fica achando defeito em tudo…

E uma última preocupação: conhecendo os canais americanos, tenho certeza que, se a série fizer sucesso, eles irão estendê-la por sei lá, oito ou nove temporadas. Qualquer um que tenha visto a original sabe que isso é um tiro no pé. Tenha medo, tenha muito medo!

PS.: Pelo menos as cenas de vergonha alheia entre o Sam, com seus comentários de século XXI, e o resto do pessoal continuam, hehehe.

(Mas na dúvida, fique com a original.)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: