Archive for setembro \27\UTC 2006

h1

Festival do Rio

setembro 27, 2006

Little Miss Sunshine

Já vou começar falando: Vá assistir esse filme! Foi o melhor dos quatro que assisti até aqui. Little Miss Sunshine é um excelente road movie, mostrando o relacionamento de uma família enquanto vão de Albuquerque a Los Angeles para que a filha do casal participe de um concurso de miss (o tal Little Miss Sunshine do título).

Como não poderia deixar de ser, a família é completamente disfuncional. Tem o avô (Alan Arkin), tarado e viciado em heroína, o pai (Greg Kinnear), que tem um programa “Seja um vencedor em 9 passos”, mas é um fracassado, a mãe (Toni Colette), que quer o divórico mas não tem coragem, o tio (Steve Carrell), gay suicida, o filho que odeia a todos e não fala com ninguém há quase um ano e a coitada filha que quer ser miss.

Depois das apresentações, o grupo vai pra estrada, numa Kombi caindo aos pedaços com um pequeno probleminha na embreagem, que vai causar algumas confusões na estrada. Falar mais que isso estraga a diversão…

Apesar de ter uma cena final meio que Sessão da Tarde (por falar nisso, que MEDO das participantes-mirins do Concurso. Tem uma lá que tenho certeza que era uma anã de 35 anos fazendo bico de garotinha. Sério. Ganhou da Dakota Fanning o título de atriz mais assustadora da história do cinema), mas que se encaixa perfeitamente no clima do filme, Little Miss Sunshine é triplamente recomendado para ir ver no cinema (ainda mais se a platéia for ótima como a que foi no Roxy ontem, rindo o tempo todo e até aplaudindo o filme no final).

O filme estréia nos cinemas dia 20 de outubro.

Anúncios
h1

White Stripes n’Os Simpsons

setembro 26, 2006

Veja a hilária cena dos White Stripes num episódio de Os Simpsons. É uma divertida homenagem ao clip de Hardest Button to Button, em que os instrumentos vão se multiplicando a cada batida da música. O final do episódio é muito engraçado. Se você não conhece, veja primeiro o clipe antes de ver a homenagem.

Clipe

h1

Festival do Rio

setembro 25, 2006

A Scanner Darkly

O futuro não vai ser tão legal assim. As pessoas podem ser divididas em dois grupos: os que são viciados em Substância D e os que ainda não a provaram. Nessa realidade, vive-se num Big Brother supremo: todos são vigiados, tudo é monitorado. Keanu Reeves vive Fred, um policial do departamento de Narcóticos, e tem como missão prender um suposto traficante, Bob Arctor. O problema é que o traficante é ele mesmo. Para piorar a situação, James Barris (Robert Downey Jr.), um de seus amigos, começa a trazer provas de que ele é um terrorista perigoso, e que deve ser barrado a qualquer custo.

Não dá pra falar muito mais do filme, sob pena de estragar alguma coisa. A Scanner Darkly tem seus altos e baixos. Como pontos positivos podem-se destacar a técnica de filmagem, que capturoou os atores e os transformou em animação e Robert Downey Jr., que está muito bem em seu papel. Além disso, os diálogos entre os quatro amigos são, em geral, muito bons. Porém, o filme é muito arrastado, com cenas que não querem dizer muita coisa. Até entendo que essas cenas tenham sido colocadas no filme, já que querem mostrar como é a vida de viciados, mas ficou parecendo uma tentativa de fazer um Pul Fiction que não deu certo.

Pode ser que eu tenha tido essa impressão do filme porque estava esperando que fosse um dos melhores do ano, e saí um pouco decepcionado. Na verdade, agora que penso melhor no filme, vejo que foi um bom filme… Talvez tenha que ver de novo pra ter uma opinião melhor.

h1

Festival do Rio

setembro 25, 2006

Find Me Guilty

É, acabou que eu fui ver o filme. Tava passando logo depois de Clerks II, então resolvi ficar. E não é que me surpreendi?

O filme conta a história de Jackie Dee, um mafioso que é preso e, numa decisão que muitos pensaria ser loucura, quis ser seu próprio advogado. Acontece que essa é uma história real (com licensas poéticas, lógicamente), e, segundo o próprio filme, grande parte dos diálogos foram retirados de transcrições feitas de dentro do tribunal mesmo.

Como você pôde perceber, é um filme de tribunal. Na verdade, mais de três quartos do filme acontece dentro dele. Mas se tem algo que americano sabe fazer é filme de tribunal (bom, pelo menos seriados), então ele não fica cansativo, apesar de confuso, já que, várias vezes, mostra uma cena que parece que vai mudar o rumo do comportamento do réu principal, apenas para avançar um mês no filme (o julgamento durou quase dois anos), sem explicar nada.

A grande atração do filme é mesmo Vin Diesel. Irreconhecível, o ator envelheceu bastante para viver o papel. Além de deixar crescer o cabelo (com entradas), engordou dez quilos para encarnar Jackie Dee.

Este é um filme pra quem gosta de uma comédia bem light, e não vê problemas em filmes de tribunais (ou mesmo pra quem não gosta tanto assim). Recomendado.

h1

Festival do Rio

setembro 25, 2006

Clerks II

O Balconista foi o primeiro filme de Kevin Smith, e conta um dia da história de dois amigos que trabalham em uma loja de conveniências e em uma locadora em New Jersey. Um trabalho bem chinfrim, ainda mais se você tiver mais de 20 anos de idade e todos os seus amigos já se deram bem na vida. Além dos dois, vários personagens se cruzam, com destaque para os impagáveis Jay e Silent Bob, dois traficantes que vendem drogas na parede do Quickstop.

10 anos depois, os dois continuam trabalhando no mesmo local. Numa ótima homenagem ao primeiro, o filme começa em preto-e-branco, até vermos o incêndio do Quickstop. A partir daí os dois amigos, Dante e Randal, vão trabalhar em uma lanchonete, e Jay e Silent Bob, que agora não são mais traficantes de drogas e sim traficantes de drogas cristãos, também vão para lá, depois de uma temporada em uma clínica de recuperação.

O filme, se não chega a ser tão bom quanto o primeiro, fica perto. Há cenas hilariantes, como a da discussão entre a trilogia Star Wars e a trilogia Senhor dos Anéis (melhor cena do filme, fácil) e cenas sem-noção, como a da dança. Tem as já comuns participações especiais de amigos do diretor, como Ben Affleck, Jason “Earl” Lee e Ethan “Randy” Suplee. O final é totalmente condizente com o espírito do filme. E tem Jay e Silent Bob!

O Balconista 2, porém, não é perfeito. Fizeram uma longa cena com uma discussão sobre uma posição sexual total e completamente desnecessária (porém engraçada em alguns pontos), além de uma cena num kart que ficou longa demais, sem necessidade. A atriz que faz a nova namorada do Dante também é bem ruinzinha… Mas aí eu descobri: ela é casada com o Kevin Smith…

Se você gostou do primeiro Balconista, pode ir sem medo. Se não viu, vai ver primeiro, a experiência vai ser bem melhor. Ajuda também se você tiver um bom conhecimento da cultura pop. RECOMENDADO.

h1

Lá se vai meu rico dinheirinho…

setembro 22, 2006


Filmes que eu vou ver:

Clerks II – sábado
A Scanner Darkly – domingo
Little Miss Sunshine – terça
The Wicker Man – dia 3/10
The Fountain – dia 5/10

Filmes que queria ver, mas não vou:
Find me Guilty (não gosto do Vin Diesel, mas vê-lo numa comédia, e COM cabelo? Ha, deve ser engraçado…)
The Departed (Infelizmente o horário bate com The Fountain…)
Black Dahlia (Esse é por preguiça mesmo)

Filmes que eu precisava ver, mas não posso:
El Laberinto del Fauno (droga, vou estar em BH…)
Marie Antoinette (está no Festival do Rio, mas deve ter sido só pra imprensa, porque não consegui achá-lo no site)

————————————————————————

Enquanto isso, na Sala de Justiça…

15 anos atrás: Dan no Mineirão, Cruzeiro 0 x 1 América
5 anos atrás: Dan no Mineirão, Cruzeiro 1 x 2 Atlético
Ontem: Dan no Maracanã, Cruzeiro 0 x 1 Flamengo

Então, quem quiser que o Cruzeiro perca, é só me mandar a passagem e o dinheiro do jogo, ok?

h1

Trailer de 300 de Esparta!

setembro 21, 2006

Caiu na net o trailer de 300 de Esparta, adaptação da aclamada obra de Frank Miller (o mesmo de Sin City). O filme conta a história de um grupo de 300 espartanos, liderado por um de seus reis, Leônidas, que defenderam sua terra de um exército persa.

Eu até cheguei a comprar o primeiro número da HQ, quando saiu aqui no Brasil, mas não consegui achar os outros dois, então deixei pra lá… DAMN!!

PS.: Desculpa pela formatação horrível, mas é que esse trailer é muito largo…